Salve, salve a leveza e o respeito ao próximo.

Só gosto de você se você obedecer minhas regras, fizer como eu penso e agir como eu quero.
Como assim?
Há pessoas que acreditam que você está errada e pronto, nem questionam e muito menos param para ouvir ou olhar sob o ponto de vista do outro.

Ao invés disso se enchem de defesas e te atacam, como se o que você pensa ou faz não valesse de nada e pior está sendo feito especialmente para ferir o ego delas.

Seu limite acaba, quando o meu começa – esse é o princípio básico a ser usado, mesmo quando estamos falando de laços estreitos e familiares, que muitas vezes por serem “da família” acham supostamente que você tem que acatar e ponto.

Colocar limites – tarefinha difícil essa, no entanto
esse é o único caminho  de descobrir que “amor é esse” que vem disfarçado de ditador e que está te rondando.

Salve, salve a leveza e o respeito ao próximo.

Salve, salve a leveza e o respeito a si mesmo.